O que fazer em Brasília?

Categories Brasil, Porta a fora

Passei o carnaval em Brasília!

Que diferentona, né? Sei que é bem “não usual”, mas eu não conhecia a cidade e era um feriado bem grande (de sexta até quinta, no meu caso) – super achei que valia, além de ser uma das poucas cidades do Brasil que eu ainda queria conhecer!

IMPRESSÕES

drive my car

Quando me falavam que Brasília era uma cidade “só para carros” eu não entendia muito bem. Mas gente: é uma cidade só para carros.

A distância entre uma quadra e outra é gigantesca, e muitas delas não tem “coisas”, só um gramado gigante – como as ruas são muito largas e com várias pistas, a impressão é que você está em uma BR viajando, mas está no meio do plano piloto da cidade!

BRASÍLIA PARA PESSOAS DE HUMANAS:

1. A “grande Brasília” é chamada de Plano Piloto, ao redor ficam as cidades Satélites;

2. As ruas não tem nome, porque eles não separam as coisas por rua, e sim por quadras (blocos);

3. No meio da cidade passa o “eixão”, uma avenida que divide tudo – e em paralelo a ela ficam dois eixinhos, um de cada lado;

4. De um lado do eixão, ficam as superquadras de número par e do outro as de número ímpar, ou seja, de um lado 200, 400, 600… É pra ser lógico, mas eu achei bem difícil;

5. A cidade é dividida em setores. Tem o “setor da diversão” (juro, parece coisa de distopia!), setor dos hospitais, setor de mansões (sim, de mansões) e as superquadras.

6. Essas superquadras são assim: uma residencial, uma comercial e uma de lazer.

6.1 Nas residenciais, todo mundo mora em “blocos”, são prédios super largos, bem parecidos uns com os outros e não muito altos.

6.2 Todas as quadras comerciais tem um salão de beleza, uma padaria, um restaurante e algumas lojas; e juro, todas parecem exatamente iguais.

Eu achei meio esquisita essa coisa de morar em blocos, todo mundo mora em coisas quase iguais (???). Nas quadras mais afastadas do eixão (700, 800) até existem umas casinhas, mas não é o “usual”.

A cidade é definitivamente bonita, mas é bem diferente de qualquer uma que eu tenha visitado; juro, realmente lembra aquelas “reorganizações” dos começos das distopias!

Bom, tudo explicado, bora para a parte legal?

O CARNAVAL

bloquinho

Bom, já que fui no feriado de carnaval, vale avisar: lá tem bloquinho, e bloquinho gigante! No primeiro dia fui no Baby Doll de Nylon, um dos mais “bombados” da city. Ele fica ao lado do Memorial JK e não é um bloco “que se movimenta”, falaram em 35k, 60k e 80k pessoas – não faço ideia, mas estava bem cheio, e definitivamente bem divertido.

Quando ele acabou (umas 20h), fomos para o Galinho – que é um dos mais tradicionais da cidade, ele só toca marchinhas e tem um trio elétrico que vai andando e etc, mas não é tããão animado quanto o Baby Doll. Na terça (quando deu coragem de sair de novo), fui na Concha Acústica – que tem um carnaval mais pra balada do que para bloquinho – passei no Bloco Medieval (que estava quase acabando) e depois no Essa Boquinha eu Já Beijei, que foi o que durou mais tempo!

Em resumo: tem carnaval em Brasília sim, e muito! Ah, a minha fantasia era de Uber 😛

PONTOS TURÍSTICOS

Tá, as coisas “principais” para visitar em Brasília são:

O Palácio da Alvorada | A ponte Juscelino KubitschekO Lago Paranoá  | Eixo MonumentalPalácio do Planalto | Palácio Itamaraty | CatedralComplexo Cultural da RepúblicaTorre de TVPraça dos Três PoderesTeatro Nacional |

O que está em negrito eu visitei, o que está em cinza eu vi/passei na frente/tirei foto, mas não entrei, e o resto eu nem tchum. Bom, acho que deu pra ver/conhecer quase tudo (superficialmente, é claro) – admito que eu não sou uma grande entusiasta dos passeios turísticos, gosto de ver umas coisas mais aleatórias – tipo os restaurantes (nhãm), a cidade em si, o comércio (tipo, fui em três shoppings e no conjunto nacional), sei lá…

COMPLEXO CULTURAL DA REPÚBLICA

museu

Lá ficam a catedral, a biblioteca nacional e essa oca – que é um museu projetado pelo Niemeyer! Ele é bem bonito dentro, e as exposições sempre mudam.

brasildentro

LAGO PARANOÁ

lago

É muito estranho pensar que esse lago é artificial e em tudo o que aconteceu para ele ser represado…

Dá um ar engraçado para a cidade, tem uma orla tipo Rio, mas é urbana tipo São Paulo, só que também lembra pra caramba uma cidade de interior! Enfim, no lago você pode fazer esportes aquáticos (tem aluguel em várias partes do cais), passeios de barco ou lancha (alguns mostram o por do sol, outros são turísticos, outros fazem festas nos barcos, depende!), nadar em alguns pontos e jantar em algum dos vários barzinhos e restaurantes que ficam na beira.

PALÁCIO DO PLANALTO

senado

Voilá!

O cartão postal da cidade! Aí você pode fazer um tour guiado, visitar o museu e mandar cartões postais gratuitos para qualquer lugar do país – ele fica na praça dos Três Poderes, junto com o Supremo Tribunal e o Congresso Nacional. Ah, não recomendo ir em horários de sol forte, porque você precisa andar bastante pela grama (sem sombra) para chegar em qualquer um dos três. Eu já comentei que apesar de ser tudo perto, é tudo longe em Brasília?

parla

Ufa, acho que é isso!

No próximo post, vou falar de alguns lugares legais para comer por lá!

 

Oi! Se você quiser me achar, meu Twiter é @era_1x e meu Instagram @andressasschneider ;)

Leave a Reply